portugues

Dos acidentes até a culpa…

 

Ao resolver as questões problemáticas do nosso coração, tão rápido quanto possível,se evita que o subconsciente se comunique através de nosso corpo sob a forma de doença ou acidentes.

Pode se enganar à vontade, mas saiba que seu inconsciente não pode ser enganado, pois é ele que sabe exatamente o que você pensa constantemente e, por isso, manda- lhe respostas e sinais o dia inteiro.

Nos alerta sobre o nosso comportamento e função do órgão relacionado a uma emoção equivalente.

Encontrei muito interessante o tema dos acidentes em questões psicossomáticas,pois até onde eu sou responsável por tudo o que se manifesta na minha realidade? até mesmo um acidente, algo que parece tão ao «acaso”.

O acidente é muitas vezes sinônimo de culpa. É relacionado com o meu pensamento e minha função na sociedade. Ele também indica certa reação à autoridade, incluindo vários aspectos da violência.

“Pode acontecer que têm dificuldade em se afirmar contra essa autoridade, para falar sobre as minhas necessidades, meus pontos de vista, etc.”. Em seguida, «Eu faço violência» para mim mesmo. O acidente indica uma necessidade direta e imediata a tomar medidas.

A necessidade inconsciente para a mudança é tão grande que o pensamento usa uma situação extrema, até mesmo dramática para eu tomar consciência que tenho provavelmente que mudar a direção que estou tomando atualmente.

É uma forma de autopunição consciente ou inconsciente. A parte do corpo ferida durante o acidente geralmente já está doente ou enfraquecida, seja por uma doença, um corte, uma queimadura ou qualquer predisposição para acidentes.

O acidente me permite ver essa fraqueza, trazendo-a para a superfície.

O acidente é a minha incapacidade de me ver e me aceitar como eu sou. Desde que eu sou 100% responsável por minhas ações e minha vida, eu posso explicar mais por que eu atraí tal acidente.

Atrai? Sim, porque tudo vem de meus mais profundos pensamentos, os meus “padrões” (regime de pensamento que faz com que os eventos se tornem recorrentes em minha vida) ou esquemas de pensamento da infância.

O medo de não ser certo é muitas vezes visto sob o aspecto de culpa em vez da responsabilidade. Muitas vezes, o acidente obrigou-me a parar ou frear as minhas atividades.

Logo segue um período de questionamentos. Mantendo aberto e objetivo em relação a mim mesmo, vou rapidamente descobrir o ou os motivos do acidente.

Eu perdi o controle da situação? É hora de me mudar de orientação? Tenho dificuldade em ouvir os sinais interiores ou a minha intuição, então eu atraio um sinal radical no plano físico? Eu assisti como aconteceu o acidente? Qual era o meu estado antes e depois?

É muito importante para ver as condições que cercam o acidente.

A predisposição para acidentes é um estado que ocorre durante uma relação conflituosa com a realidade, a incapacidade de estar totalmente presente e consciente do universo como é apresentado a mim.

É como se prefira estar em outro lugar. Eu estou desconectado do que acontece em torno de mim, talvez por eu encontrar a minha realidade inaceitável ou difícil de viver.

Eu preciso estar conectado em mim mesmo para descobrir a minha segurança e minha confiança interna.

Grata.

Para você, com amor.

entra na nossa página do facebook tem outras informações interessantes, se sentir … Clique em curtir https: //www.facebook.com/sintiendoahora/

Deixa teu comentario, é muito importante prar mim…

grata.

Comentarios

2 Comentarios

Deja un comentario

WhatsApp chat
A %d blogueros les gusta esto: